Curral das freiras

 

Entrincheirado entre montanhas altíssimas no centro da ilha da Madeira, isolado durante séculos pelos desígnios da natureza, o Curral das Freiras foi baptizado primitivamente como Curral. Aliado à sua natureza orográfica, cedo passou a ser um centro de abundantes pastagens de gado lanígero e caprino. Em 1480, após a compra desta vasta propriedade pelo 2º Capitão Donatário do Funchal, João Gonçalves da Câmara, e subsequente doação feita a sua filhas, Elvira e Joana, freiras professas em Santa Clara, o local passou a chamar-se Curral das Freiras.

A freguesia foi criada a 27 de Março de 1790, tornando-se independente da freguesia de Santo António, concelho do Funchal. Aquando da criação do município de Câmara de Lobos, em 1835, foi desanexado do Funchal, constituindo uma das freguesias do novo concelho.  

O orago da paróquia com o mesmo nome é Nossa Senhora do Livramento, cuja festividade se celebra no último domingo de Agosto.

É limitada a Este e Sudeste pela freguesia de S. António, a Oeste e a sudoeste pela do Estreito.

Compõem a freguesia os seguintes sítios: Achada, Balseiros, Capela, Casas Próximas, Colmeal, Fajã dos Cardos, Fajã Escura, Lombo Chão, Murteira, Pico do Furão, Terra Chã e Seara Velha.

Outros locais de interesse turístico: Miradouro da Eira do Serrado, levada